Category Archives: Sem categoria

Maraú: Secretaria de Desenvolvimento Social “campanha inverno quentinho”

A Prefeitura Municipal de Maraú, através da Secretaria de Desenvolvimento Social comunica que esta realizando a ‘Campanha Inverno Quentinho’, que visa arrecadar cobertores, mantas, camisas, casacos, meias, tocas, luvas entre outras roupas para as famílias carentes do município. A Secretaria busca empresas, instituições e pessoas físicas que se interessem em colaborar com a campanha, e ajude a exercer a solidariedade às famílias que vivem em situação precária de moradia. As doações podem ser entregues na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social em Maraú, no CRAS da sede, em Tremembé, Piabanha e na Secretaria de Turismo e Lazer em Barra Grande. (Ascom/Maraú)

FacebookTwitterGoogle+Share

Valença: Polícia prende novo suspeito de sequestrar ex-prefeito Ramiro Campelo

Foto: Reprodução / Bahia no Ar

Foi preso pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) mais um dos sequestradores do ex-prefeito de Valença, Ramiro José Campelo de Queiroz, nesta quinta-feira (13). Cleber dos Santos Freire, de 40 anos, teve seu mandado de prisão preventiva cumprido quando saía da casa de sua filha, no bairro de Sussuarana, em Salvador.  De acordo com o delegado Cleandro Pimenta, do Draco, o suspeito era responsável por vigiar o ex-prefeito no cativeiro, localizado em Dias D’Ávila. “Com a prisão de Cleber conseguimos chegar a um dos locais onde a vítima foi mantida em cárcere”, esclareceu Pimenta. O imóvel foi alugado por Márcio Reis dos Santos, o “Bradock”, um dos integrantes da quadrilha que foi preso em 14 de fevereiro, em São Paulo, junto com mais três sequestradores: Geraldo Alves de Carvalho Neto, Carlos Eduardo Rabello e André Luís Maciel Santos. Eles dividiam os $451 mil pagos pela família da vítima. (Bahia Notícias)

FacebookTwitterGoogle+Share

Mulher de coronel pagou em dinheiro vivo obra de filha de Temer, diz fornecedor

A arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Michel Temer, pagou em dinheiro vivo despesas de reforma na casa de uma das filhas do presidente, segundo relato de um dos fornecedores da obra à Folha. A Polícia Federal, segundo a Folha apurou, investiga a obra no imóvel da psicóloga Maristela Temer sob a suspeita de que tenha sido bancada com propinas da JBS. Fratezi e Lima foram alvo da Operação Skala, deflagrada em 29 de março, que apura suposto esquema de corrupção para beneficiar empresas do setor portuário com a renovação de concessões públicas. O coronel foi preso por três dias no fim de março e a esposa, intimada a depor. Os dois ficaram em silêncio diante dos investigadores. Piero Cosulich, dono da Ibiza Acabamentos, uma das empresas que entregaram material na residência de Maristela, em Pinheiros, bairro nobre de São Paulo, afirmou à reportagem que Fratezi era quem levava, pessoalmente, o dinheiro na loja. “Foi Maria Rita Fratezi quem fez os pagamentos, em espécie, em parcelas. Os pagamentos foram feitos dentro da loja”, disse. “Ela [Maria Rita] vinha fazer o pagamento. Se estava dentro de um envelope, dentro de uma bolsa, não sei te confirmar”, afirmou.

É a primeira vez que um dos envolvidos no projeto aponta publicamente a esposa de Lima como responsável pela entrega de recursos, em espécie, para viabilizar as melhorias no imóvel da psicóloga. A Folha obteve recibo referente a uma dessas prestações, emitido pela Ibiza em 30 março de 2015, no valor de R$ 12.480. O documento está em poder da PF. Embora o pagamento, segundo a empresa, tenha sido feito pela mulher do coronel, o documento está em nome de Maristela. Além dos repasses em dinheiro vivo a fornecedores, os investigadores consideram relevante o fato de os pagamentos terem ocorrido em período próximo e subsequente ao da suposta entrega de propina, pela JBS, para o coronel. A operação foi descrita por executivos da empresa na delação premiada que motivou a abertura de inquéritos contra Temer no STF (Supremo Tribunal Federal). Em depoimento, Florisvaldo Oliveira, ex-funcionário da JBS, disse que levou R$ 1 milhão ao coronel, na sede de uma de suas empresas, a Argeplan, em 2 de setembro de 2014. Os recursos seriam parte de um total de R$ 15 milhões em doações de campanha, supostamente acertados com Temer. Outro colaborador, Ricardo Saud, ex-diretor de Relações Institucionais da JBS, afirmou que, em vez de dar destinação eleitoral aos recursos, o presidente ficou com a parcela de R$ 1 milhão. (Bocão News)

FacebookTwitterGoogle+Share

Gongogi: Programação cívica marcará os 56 anos de emancipação política e administrativa da cidade

Nesta quinta-feira, dia 12 de Abril, o município de Gongogi completa 56 anos de emancipação política e administrativa, e para celebrar essa data tão importante para os munícipes, será realizada uma programação cívica. Iniciando às 7:30 da manhã com Hasteamento da Bandeira; às 8:30 Apresentação das Fanfarras; às 9:00 Músico da Terra, Genesis, às 10:00 Missa Festiva; e à tarde, apresentação do PELC, com diversas modalidades esportivas; grupo de Aeróbica do Cras, além do campeonato de Dominó. Também será inaugurada a pavimentação da Rua Alaíde Chagas. Enfim, será um dia de muitas comemorações, e contará com a presença de diversas autoridades políticas e da comunidade em geral. (Ascom-Gongogi)

FacebookTwitterGoogle+Share

Preso na Lava Jato, Lula ainda enfrenta mais seis processos

Além da condenação no caso triplex, que levou Lula à prisão da Lava Jato, o petista ainda enfrenta outras seis ações penais e uma denúncia da Procuradoria. Dois processos estão nas mãos do juiz federal Sérgio Moro e outros quatro sob competência da 10.ª Vara Federal de Brasília. O ex-presidente (2003/2010) se entregou neste sábado, 7, em meio a uma intensa tratativa entre seus advogados e a Polícia Federal e depois do último comício, nos braços de apoiadores, no qual disse ‘desafiar’ seus algozes – procuradores, policiais e juízes – para debate sobre as provas que levaram à sentença de 12 anos e um mês de prisão por suposta propina de correspondentes às reformas no imóvel do condomínio Solaris, em Guarujá.Ainda na Lava Jato em Curitiba, Lula é réu duas vezes, na Vara de Moro. Em uma das ações, responde por suposta propina de da Odebrecht – o valor é referente a um terreno em São Paulo onde, segundo delatores, seria sediado o Instituto Lula, e imóvel vizinho ao seu apartamento em São Bernardo do Campo. (O Estado de São Paulo)
FacebookTwitterGoogle+Share

Denatran suspende inspeção de veículos para renovar licenciamento

Foto: Reprodução

Depois de gerar polêmica e dividir opiniões, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) suspendeu ontem, por tempo indeterminado, a resolução nº 716, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que tornaria obrigatória a inspeção técnica veicular para renovação do licenciamento anual. A regra passaria a valer em todo o país até o final de 2019. Pela resolução vetada, publicada em 30 de novembro de 2017, os condutores seriam obrigados a submeter seus veículos à chamada inspeção técnica veicular  durante o processo de renovação do licenciamento e obtenção do Certificado de Registro e Licenciamento Veicular (CRLV). As inspeções teriam validade de dois anos, com início previsto para 1º de julho, data limite para os departamentos de trânsito estaduais (Detran’s) enviarem ao Denatran o cronograma para realização dos procedimentos. Por meio de nota, o diretor do Denatran, Maurício Alves, afirmou que a definição dos requisitos para elaboração do cronograma é um dos motivos que dificulta a implementação da resolução. Jailson Santos, 36 anos, acredita que a medida tinha prós e contras. Em sua avaliação, a inspeção seria importante para fiscalizar os veículos que estão em más condições e continuam circulando pela cidade, o que aumenta o risco de acidentes e problemas no trânsito. Por outro lado, o procedimento seria um transtorno para o motorista, pois representaria mais custo e burocracia. “Se os Detrans do Brasil tivessem um serviço rápido, facilitador, seria uma boa avaliar as condições dos veículos para emitir o documento de licenciamento”, opinou o jornalista.

Renovação

“O procedimento para renovação anual do licenciamento permanece o mesmo”, reforçou Isabela Marques, coordenadora de multas e licenciamento de veículos do Detran-BA. De acordo com o órgão de trânsito estadual, para emitir o CRLV o condutor precisa pagar taxas, impostos e multa, se houver. A taxa do licenciamento custa R$115. Já os valores do Seguro DPVAT e IPVA variam de acordo com o tipo do veículo. (Tribuna da Bahia)

FacebookTwitterGoogle+Share

Eleição presidencial já tem 14 pré-candidatos oficializados

Há exatos seis meses da eleição presidencial deste ano, pelo menos 14 nomes já se colocaram publicamente na disputa. Mais uma pré-candidatura deve ser oficializada nas próximas semanas, a do PSB, e outros dois grandes partidos, PT e MDB, ainda não definiram seus quadros, apesar de prometerem apresentar um candidato nos próximos meses aos eleitores. A decisão final deve ser tomada até o início de agosto, quando termina o prazo para cada partido definir as candidaturas nas convenções. Dentre os concorrentes ao pleito, há ex-presidentes, senadores, deputados, ex-ministros e até um ex-ministro do Supremo Tribunal Federal.

Podemos – Álvaro Dias: O senador Álvaro Dias será o candidato do Podemos. Eleito senador em 2014, pelo PSDB, Álvaro Dias migrou para o PV e, em julho do ano passado, buscou o Podemos, antigo PTN. Com a candidatura do senador, a legenda quer imprimir a bandeira da renovação da política e da participação direta do povo nas decisões do país por meio de plataformas digitais. “Nós temos que rediscutir a representação parlamentar. Não somos senadores demais, deputados e vereadores demais? Está na hora de reduzirmos o tamanho do Legislativo no país, tornando-o mais enxuto, econômico, ágil e competente”, afirmou Dias, em entrevista concedida esta semana no Congresso Nacional. O político, de 73 anos, está no quarto mandato de senador. De 1987 a 1991, foi governador do Paraná, à época pelo PMDB. Na década de 1970, foi deputado federal por três legislaturas e, antes, foi vereador de Londrina (PR) e deputado estadual no Paraná. Álvaro Dias é formado em História.

PDT – Ciro Gomes: Pela terceira vez concorrendo ao posto mais alto do Executivo, o ex-governador do Ceará Ciro Gomes vai representar o PDT na disputa presidencial. Ao anunciar o seu nome como pré-candidato na última quinta-feira (8), o pedetista adotou um discurso contra as desigualdades e propondo um “projeto de desenvolvimento” para o país. “Não dá para falar sério em educação que emancipe, não dá para falar sério em segurança que proteja e restaure a paz da família brasileira sem ter compromisso sério para dizer de onde vem o dinheiro”, disse, no ato de lançamento da pré-candidatura. Ciro Ferreira Gomes tem 60 anos e é formado em Direito. Ele foi governador do Ceará por dois mandatos, ministro da Fazenda no governo de Itamar Franco e da Integração Nacional no primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Antes, ocupou a prefeitura de Fortaleza e o cargo de deputado estadual. Em 1998 e 2002, ele foi candidato à Presidência, tendo ficado em terceiro e quarto colocado, respectivamente.

PTC – Fernando Collor: O senador e ex-presidente da República Fernando Collor vai concorrer pelo PTC. Ele foi presidente da República entre 1990 e 1992, quando sofreu impeachment e foi substituído pelo então vice-presidente Itamar Franco. Foi o primeiro presidente a ser eleito pelo voto direto após o regime militar (1964-1985). Depois de ter os direitos políticos cassados, ele se candidatou ao Senado em 2006, tendo sido eleito, e reconduzido ao cargo em 2014. Antes de ocupar a Presidência, o jornalista e bacharel em Ciências Econômicas, formado pela Universidade Federal de Alagoas, foi governador de Alagoas (1986) e deputado federal (1982). Em discurso em fevereiro na tribuna do Senado, Fernando Collor de Mello disse que sua pré-candidatura é a retomada de uma missão pelo país. E afirmou que pretende alavancar novamente o país, mediante um novo acordo com a sociedade. “Isso só será possível com planejamento e com sólido programa social que seja tecnicamente recomendável, politicamente viável e socialmente aceito”, destacou.

PSDB – Geraldo Alckmin: Após a desistência de outros quadros da sigla, o PSDB oficializou, no último dia 20, a pré-candidatura do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Esta será a segunda vez que ele disputará a vaga. Em dezembro do ano passado, em uma movimentação para unir os demais quadros tucanos em torno de sua candidatura, Alckmin foi eleito presidente nacional do PSDB. Na entrevista coletiva em que anunciou a pré-candidatura, Alckmin afirmou que irá destravar a economia e colocou como prioridades a desburocratização, uma reforma tributária, retomar a agenda da reforma da Previdência e reduzir os juros. Geraldo Alckmin tem 65 anos, é formado em medicina e é um quadro histórico do PSDB em São Paulo. Ele começou a carreira como vereador em Pindamonhangaba, no interior do estado. Foi prefeito da cidade, deputado estadual e deputado federal na Assembleia Nacional Constituinte. Vice-governador de 1995 a 2001, ele assumiu a administração paulista após a morte de Mário Covas, sendo reeleito em 2002. Disputou o Planalto em 2006, quando foi derrotado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no 2º turno. Eleito em 2010 para mais um mandato à frente do governo de São Paulo, Alckmin foi reeleito em 2014.

PSOL – Guilherme Boulos: Depois de uma consulta interna que contou com outros três nomes, o PSOL decidiu lançar a pré-candidatura de Guilherme Boulos, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), após ele se filiar à sigla no início do mês de março. Repetindo a estratégia das últimas eleições de apresentar uma opção mais à esquerda que os demais partidos, o PSOL participará com candidato próprio à corrida presidencial, que em 2010 e 2014 teve os nomes de Plínio de Arruda Sampaio e Luciana Genro na disputa. Segundo Boulos, é preciso levar a indignação dos cidadãos para dentro da política. Como bandeiras de campanha, ele elencou o combate aos privilégios do “andar de cima” da economia e a promoção de plebiscitos e referendos de consulta à população sobre temas fundamentais. “Nós queremos disputar o projeto de país. Não teremos uma candidatura apenas para demarcar espaço dentro da esquerda brasileira. Vamos apresentar uma alternativa real de projeto para o Brasil”, afirmou. Um dos líderes do movimento pelo direito à moradia no Brasil, Boulos ficou conhecido nacionalmente após as mobilizações contra a realização da Copa do Mundo no país, em 2014. Como liderança do MTST, ele organizou a ocupação de áreas urbanas, em especial no estado de São Paulo. Formado em Filosofia e Psicologia, Boulos tem 35 anos.

PSL – Jair Bolsonaro: Deputado federal na sétima legislatura, Bolsonaro se filiou ao PSL na última quarta-feira (7). Considerado polêmico por suas bandeiras, Jair Bolsonaro defende a ampliação do acesso a armas e um Estado cristão, além de criticar modelos de família, segundo ele, “não tradicionais”, como casamento homossexual. “Nós temos propósitos, projeto e tudo para começar a mudar o Brasil. Nós somos de direita, respeitamos a família brasileira. Está na Constituição que o casamento é entre homem e mulher e ponto final.  Esse pessoal é o atraso, uma comprovação de que eles não têm propostas e que a igualdade que eles pregam é na miséria”, afirmou, durante o ato de filiação ao PSL. De acordo com o partido, ainda não há uma data de lançamento oficial da pré-candidatura. Nascido em Campinas, Jair Messias Bolsonaro tem 62 anos. Ele é formado em Educação Física e militar de carreira. Ele foi para a reserva das Forças Armadas em 1988, após se envolver em atos de indisciplina e ser eleito vereador pelo Rio de Janeiro. Desde 1991, assumiu uma cadeira na Câmara dos Deputados. Foi eleito deputado em 2014 pelo PP, mas migrou para o PSC.

Novo – João Amoêdo: Com 55 anos, João Amoêdo é o candidato pelo partido Novo, que ajudou a fundar. Formado em engenharia e administração de empresas, fez carreira como executivo do mercado financeiro. Amoêdo foi um dos fundadores do Partido Novo, que teve seu registro homologado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 2015. A disputa presidencial em 2018 será a primeira experiência política dele. Entre as principais bandeiras de Amoêdo, assim como do Partido Novo, estão a maior autonomia e liberdade do indivíduo, a redução das áreas de atuação do Estado, a diminuição da carga tributária e a melhoria na qualidade dos serviços essenciais, como saúde, segurança e educação. “É fácil acabar com a desigualdade, basta tornar todo mundo pobre. Ao combater a desigualdade você não está preocupado em criar riqueza e crescer, você só está preocupado em tornar todo mundo igual. O importante é acabar com a pobreza e concentrar na educação básica de qualidade para todos”, diz o candidato em sua página oficial na internet.

PSDC – José Maria Eymael: Já o PSDC confirmou no último dia 15 de março a pré-candidatura do seu presidente nacional, José Maria Eymael, que vai concorrer pela quinta vez. Além de fundador do PSDC, José Maria Eymael é advogado e nasceu em Porto Alegre. Sua trajetória política começou na capital gaúcha, onde foi um dos líderes da Juventude Operária Católica. Em 1962, filiou-se ao Partido Democrata Cristão (PDC) e atuou como líder jovem do partido. Em 1986, foi eleito deputado federal por São Paulo. Em 1990, conquistou o segundo mandato na Câmara dos Deputados. Como parlamentar federal, Eymael defendeu a manutenção da palavra Deus no preâmbulo da atual Constituição Federal durante a Assembleia Constituinte, considerado um marco em sua trajetória política.

PRTB – Levy Fidelix: Outro candidato recorrente ao pleito é o jornalista e publicitário Levy Fidelix, representando o partido do qual é fundador: PRTB. Abordando temas em defesa da família e dos “bons costumes”, ele buscará aproveitar o momento de insatisfação dos brasileiros com a corrupção para se dizer um candidato “ficha limpa”. Fidelix concorreu ao cargo nas eleições de 2014, 2010 e de 1994.  Antes de criar o PRTB, Fidelix participou da fundação do Partido Liberal (PL), em 1986, quando se lançou na carreira política e disputou uma vaga na Câmara dos Deputados pelo estado de São Paulo. Depois, migrou para o Partido Trabalhista Renovador (PTR), quando também concorreu a um mandato de deputado federal, no início dos anos 90. Apresentador de televisão, professor universitário e publicitário, Fidelix já concorreu três vezes à prefeitura da capital paulista e duas vezes ao governo do estado.

PCdoB – Manuela D’Ávila: 

A deputada estadual do Rio Grande do Sul, Manuela D’Ávila, será a candidata pelo PCdoB. A ex-deputada federal, por dois mandatos, teve a pré-candidatura lançada pelo partido comunista em novembro do ano passado. Esta é a primeira vez que o PCdoB lançará candidato próprio desde a redemocratização de 1988. Um dos motes da campanha será o combate à crise e à “ruptura democrática” que, segundo a legenda, o país vive. “Trata-se de uma pré-candidatura que tem como algumas de suas linhas programáticas mais gerais a retomada do crescimento econômico e da industrialização; a defesa e ampliação dos direitos do povo, tão atacados pelo atual governo; a reforma do Estado, de forma a torná-lo mais democrático e capaz de induzir o desenvolvimento com distribuição de renda e valorização do trabalho”, escreveu a presidente nacional do partido, Luciana Santos, ao lançar a candidatura de Manuela D’Ávila. Manuela D’Ávila tem 37 anos e é formada em jornalismo. Ela é filiada ao PCdoB desde 2001, quando ainda era do movimento estudantil. Em 2004, foi eleita a vereadora mais jovem de Porto Alegre. Dois anos depois, se candidatou ao cargo de deputada federal pelo Rio Grande do Sul e se tornou a mais votada do estado. Em 2008 e 2012, disputou a prefeitura da capital gaúcha, mas ficou em terceiro e segundo lugar, respectivamente. Desde 2015, ocupa uma vaga na Assembleia Legislativa do estado.

Rede Sustentabilidade – Marina Silva: A ex-senadora Marina Silva vai disputar a Presidência pela terceira vez consecutiva. Integrante da sigla Rede Sustentabilidade, Marina tem como plataforma a defesa da ética, do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável. Ela é crítica do mecanismo da reeleição, que, segundo ela, se tornou um “atraso” no país. “Sou pré-candidata à Presidência para unir os brasileiros a favor do Brasil. Os governantes precisam fazer o que é melhor para o país e não o que é melhor para se perpetuar no poder. Chega de pensar apenas em interesses pessoais e partidários”, escreveu recentemente em seu perfil do Facebook. Marina Silva militou ao lado do líder ambientalista Chico Mendes na década de 1980. Filiada ao PT, ela foi eleita vereadora de Rio Branco e deputada estadual, antes de ocupar dois mandatos de senadora representando o Acre. Por cinco anos, foi ministra do Meio Ambiente do governo Lula e se desfiliou do PT um ano após deixar o cargo. Ela foi candidata ao Planalto em 2010 pelo PV e, em 2014, assumiu a candidatura do PSB à Presidência após a morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos.

PSC – Paulo Rabello de Castro:

Até a semana passada no comando do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o economista Paulo Rabello de Castro deixou o cargo para confirmar a disposição de disputar à Presidência. Segundo o PSC, embora não tenha promovido um ato de lançamento, a legenda já trabalha com a pré-candidatura como oficial. Desde fevereiro, ele participa de eventos partidários pelo país junto ao presidente da sigla cristã, Pastor Everaldo, que concorreu à Presidência no pleito de 2014. As principais bandeiras do PSC são contra a descriminalização das drogas e a legalização do aborto. “Temos uma sociedade cujos valores morais estão completamente invertidos. Onde a arma na mão do bandido é uma arma livre, mas a arma na sua mão é proibida. E eventualmente você vai preso por portá-la. Quando o bom comportamento da família é zombado pelas novelas pornográficas e toda pornografia é enaltecida, como preservar a família nacional”, disse, durante recente ato. Doutor em economia pela Universidade de Chicago, Paulo Rabello de Castro foi fundador da primeira empresa brasileira de classificação de riscos de crédito, a SR Rating, criada em 1993. Autor de livros sobre a economia e a agricultura brasileiras, o pré-candidato foi presidente do Lide Economia, grupo de empresários que têm em comum a defesa da livre iniciativa. Ele também coordenou o movimento Brasil Eficiente. Em 2016, foi indicado para a presidência do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e comandou a instituição de pesquisa por onze meses, até assumir a presidência do BNDES, em maio do ano passado.

DEM – Rodrigo Maia: Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ) é o pré-candidato pelo DEM. Maia tem buscado ser uma alternativa de centro e, em suas próprias palavras, “sem radicalismos”. Ele assumiu o comando da Câmara após a queda de Eduardo Cunha (MDB-RJ), preso pela Operação Lava Jato, e ganhou mais protagonismo político pelo cargo que ocupa, já que é o responsável por definir a pauta de projetos importantes, como a reforma da Previdência. Segundo ele, a pauta da Câmara não será prejudicada devido à sua candidatura ao Planalto. “A gente tem responsabilidade com o Brasil, já deu demonstrações disso. O projeto político do DEM é legítimo e é feito em outro momento e local, não tem problema nenhum disso”, afirmou. Filho do ex-prefeito do Rio, César Maia, o político está no quinto mandato como deputado federal. Em 2007, assumiu a presidência nacional do DEM, após a reformulação do antigo PFL. Rodrigo Maia ingressou, mas não chegou a concluir o curso de Economia. Foi secretário de Governo do município do Rio de Janeiro no final da década de 1990, na gestão de Luiz Paulo Conde, que à época era aliado de César Maia.

PSTU – Vera Lúcia : O PSTU, que nas últimas vezes concorreu com o candidato José Maria de Almeida (Zé Maria), lançará uma chapa tendo a sindicalista Vera Lúcia como candidata à Presidência.  Vera Lúcia, 50 anos, foi militante no PT e integrante do grupo fundador do PSTU. O vice na chapa é Hertz Dias, 47 anos, militante do movimento negro.

MDB: Com a promessa de, pela primeira vez depois de 24 anos, apresentar ao país um candidato à Presidência da República, o MDB ainda não definiu oficialmente como formará a chapa para a disputa. Nesta semana, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles se filiou à sigla. No entanto, ao deixar o comando do Ministério da Fazenda na sexta-feira (6), Meirelles não informou a qual cargo pretende concorrer. Mas é cogitado como opção ao lado do presidente Michel Temer. O presidente Michel Temer não descartou a possibilidade de concorrer à reeleição. Nos últimos meses, o partido tem feito movimentos de resgate à história da legenda, que tem mais de 50 anos. Foi com esse intuito que mudou a sigla de PMDB para MDB. A decisão sobre a candidatura, porém, ainda não está tomada.

PSB: Após a morte do ex-ministro e então presidente nacional do partido, Eduardo Campos, em plena campanha eleitoral de 2014, o PSB passou por dificuldades de identificação e falta de lideranças nos últimos anos. Nessa sexta-feira (6), porém, a sigla recebeu a filiação do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, e tem nele a grande aposta de participar do pleito deste ano. Como membro da Suprema Corte de 2003 a 2014, Joaquim Barbosa ganhou notoriedade durante o período em que foi relator do processo do mensalão, que condenou políticos de diversos partidos pela compra de apoio parlamentar nos primeiros anos de governo do PT. Antes, foi membro do Ministério Público Federal, funcionário do Ministério da Saúde e do Itamaraty. De acordo com o líder do PSB na Câmara, deputado Júlio Delgado (MG), que tem participado das conversas com Barbosa, o nome dele fica eleitoralmente viabilizado, embora ainda seja necessário construir sua candidatura por todo o Brasil. “Ao se filiar, até pela viabilidade que já mostra, eu acho que o nome dele já fica irreversível. Acho que ele é o candidato capaz de unir o Brasil, tranquilizar, trazer a decência necessária contra essa divisão de lados [que o país vive]”, disse à Agência Brasil.

PT: Depois de ganhar as últimas quatro eleições, o PT anunciou a pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas dificilmente conseguirá lançá-lo à disputa. Lula foi preso nesse sábado (7) para cumprimento da pena de 12 anos e 1 mês de prisão. Ele foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Embora o cenário seja desfavorável, aliados defendem que Lula recorra ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em busca de uma autorização para se candidatar, já que a Lei da Ficha Limpa prevê a impugnação das candidaturas de políticos condenados em segundo grau da Justiça.

Outros nomes cotados dentro do partido são do ex-governador da Bahia Jaques Wagner e o do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, além de optar por apoiar a candidatura de outro partido da esquerda.

Prazos:  De acordo com a legislação, os partidos políticos devem promover convenções nacionais com seus filiados entre 20 de julho e 5 de agosto para que oficializem as candidaturas. A data final para registro das candidaturas pelos partidos políticos na  Justiça Eleitoral é 15 de agosto. (Bocão News)

FacebookTwitterGoogle+Share

Dilma será candidata ao Senado por Minas Gerais

A ex-presidente Dilma Rousseff concorrerá ao cargo de senadora por Minas Gerais, estado onde nasceu, nas eleições de 2018. Segundo a “Folha de S. Paulo”, a mudança de domicílio eleitoral já foi realizada. Apesar de ter nascido em Minas, Dilma mora em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O veículo também informou que ela fez a alteração acompanhada pelo governador mineiro, Fernando Pimentel (PT). A decisão pela candidatura foi tomada após a emissão do mandado de prisão contra seu companheiro de partido, o também ex-mandatário Luiz Inácio Lula da Silva. A antiga presidente se reuniu na noite desta quinta-feira (5) com outros líderes políticos no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, localizado em São Bernardo do Campo, para discutir os próximos passos para as eleições de 2018. Caso sua candidatura seja confirmada, Dilma pode concorrer contra Aécio Neves (PSDB), como na corrida presidencial de 2014, mas o tucano ainda não decidiu se tentará a reeleição. (ANSA)

FacebookTwitterGoogle+Share

Ubaitaba: Projeto de esporte e lazer tem inscrições abertas

Foto: Divulgação/PMU

Pessoas de qualquer idade, inclusive com deficiência, já podem se inscrever para a prática de atividades de lazer e esportivas praticamente todos os dias de segunda à sexta-feira em Ubaitaba. As vagas são ilimitadas e dão acesso,gratuitamente,às modalidades de dança, ginástica, capoeira, box, futebol, futsal e canoagem pela manhã e à tarde.O Projeto Esporte e Lazer na Cidade (PELC) é uma iniciativa do Ministério do Esporte e do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em convênio com a Prefeitura de Ubaitaba. Atualmente conta com 350 inscritos na cidade, mas o desejo do coordenador Pablo Silva Macário dos Santos é aumentar o número de participantes, principalmente pelo benefício que atividades diárias de esporte e lazer propiciam à vida e afastam as pessoas do sedentarismo. Por isso, o calendário de aulas é flexível para facilitar a integração. A dança pode ser praticada às terças, quartas e quintas, entre as 6 e 9 horas da manhã, na quadra do Osvaldo Cruz. No mesmo local, acontecem os exercícios de ginástica às terças e quintas-feiras entre as 15 e 18 horas. As aulas de box são realizadas às terças e quartas-feiras, entre das 8 às 12 e das 13 às 16 horas. Já os exercícios físicos e as rodas-de-capoeira as terças e quartas das 9 as 12 e de 14 as 18 horas. O futebol é praticado quartas e sextas-feiras das 8 às 12 e de 13 as 16 horas no Estádio Municipal Felipe Miranda, enquanto o futsal na quadra coberta do novo Osvaldo Cruz, vizinho ao estádio, também as quartas e sextas-feiras de 8 as 12 e de 14 às 17 horas. Já a canoagem acontece às terças, quinta e sextas-feiras das 7 às 12 horas na Beira-Rio. Os professores Junior Teles, Carlos Santos, Elizeu Pimentel,Wally Coelho Jr., Pedro Moreira e Pedro Augusto são os profissionais de Educação Física envolvidos no PELC. O Projeto Esporte e Lazer na Cidade chegou a Ubaitaba em meados de novembro de 2017, atendendo ao pedido a prefeita Suka Carneiro que marca sua trajetória em Ubaitaba pelo envolvimento com as atividades esportivas. Inscrições: (73) 98108-5274 falar com Pablo Macário. (ubaitaba Urgente)

FacebookTwitterGoogle+Share

Grupos programam manifestações pró e contra Lula antes de julgamento

Apoiadores e grupos contrários ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva programaram manifestações antes do julgamento do habeas corpus do petista, no Supremo Tribunal Federal (STF), na quarta-feira (4). Lula tenta impedir uma prisão após ser condenado em segunda instância a 12 anos e um mês de reclusão no caso do triplex do Guarujá. Nesta segunda-feira, Lula vai ao Rio de Janeiro para um ato no Circo Voador, às 18 horas, do qual também participarão a pré-candidata à Presidência da República pelo PCdoB, Manuela d’Ávila, e o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL). O evento está sendo chamado pelo PT como “ato em defesa da democracia”. Já na terça-feira, o Movimento Brasil Livre (MBL) e o Vem pra Rua, que ganharam destaque após as manifestações favoráveis ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2016, divulgaram um mapa com protestos marcados em cidades de 20 Estados e no Distrito Federal. A principal concentração será em São Paulo, na Avenida Paulista, às 19 horas. Os movimentos defendem a prisão do ex-presidente. No último dia 22, o STF adiou para o dia 4 o julgamento do pedido de Lula para responder ao processo em liberdade até serem esgotados todos os recursos judiciais. Além disso, o Supremo concedeu uma liminar impedindo que o ex-presidente seja preso até a análise do habeas corpus. (Bahia Notícias)

FacebookTwitterGoogle+Share

Para evitar racha na base, Rui deve se reunir com PR nesta quinta-feira

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Para evitar um racha na sua base política, o governador Rui Costa (PT) deve se reunir, nesta quinta-feira (29), com o presidente do PR na Bahia, o deputado federal José Carlos Araújo. O chefe do Palácio de Ondina tem feito encontros com todos os partidos do seu grupo político, mas a reunião com o PR ocorrerá dias após ganhar força a especulação de que a agremiação poderá migrar para o lado do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). Nesta semana, aliados de Neto ofereceram para o PR duas secretarias na administração municipal. Além disso, ofertaram a vice na chapa do prefeito ao governo da Bahia. Tudo isto para ter o tempo de televisão da legenda, já que a base do chefe do Thomé de Souza pretende romper com o MDB. Nesta terça-feira (27), Neto se reuniu com o presidente nacional do PR, Valdemar Costa Neto, que disse ao democrata soteropolitano que a decisão de mudar de lado cabe aos parlamentares do partido na Bahia. Segundo apurou o bahia.ba, os republicanos estão propensos a “pular a cerca”, mas a reunião com Rui deve ser decisiva. Os integrantes do PR querem mais espaço no governo, mas o governador já sinalizou que não pretende mudar a “composição” da administração estadual.

FacebookTwitterGoogle+Share

Após ameaças, Fachin diz que teme por sua família; PF e STF foram informados

Foto: José Cruz / Agência Brasil

O relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, confessou nesta terça-feira (27) que teme pela segurança de sua família após receber ameaças (relembre aqui). Em entrevista ao programa de Roberto D’Avila, da Globo News, informou que pediu providências à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, e já pediu apoio à Polícia Federal. “Uma das preocupações que tenho não é só com julgamento, mas também com segurança de membros de minha família. Tenho tratado desse tema e de ameaças que tem sido dirigidas a membros da minha família”, lamentou. Fachin explicou que algumas providências já estão sendo tomadas, mas que “nem todos os instrumentos foram agilizados”. “Eu efetivamente ando preocupado com isso — e esperando que não troquemos fechadura de uma porta já arrombada também nesse tema”, comparou. “Eu respodi afirmativamente a esse chamamento que a vida me fez e sou grato à vida por isso. […] Eu sou grato à vida por poder prestar esse serviço. Fico preocupado, sim, com os membros da minha família que não fizeram essa opção e que poderão, eventualmente, sofrer algum tipo de consequência. Mas espero que nada disso se passe”, completou. Além da Lava Jato, Fachin também é relator do pedido de habeas corpus preventivo da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em seu voto, o ministro sugeriu o “não conhecimento” do pedido, ou seja, que o habeas corpus não fosse sequer examinado pela Corte. Fachin não disse quem o está ameaçando, mas começa-se a especular que as ameaças estariam ligadas à ação de Lula. (Bahia Notícias)

FacebookTwitterGoogle+Share

PARABÉNS PREFEITA SUKA

Hoje é um dia muito especial, pois você completa mais um aniversário. E você fez por merecer uma enorme comemoração. Parabéns e muitas felicidades!

FacebookTwitterGoogle+Share

Prefeita de Ibirataia recepciona Deputado Arthur Maia

Deputado Federal Arthur Maia recebe hoje em Ibirataia o apoio da Prefeita Ana Cleia,do Ex-Prefeito Jorge ,vereadores e do povo que deseja obras para o seu município.

FacebookTwitterGoogle+Share

Sete políticos baianos já trocaram de partido para disputar eleições

A 16 dias de encerrar o prazo, apenas sete políticos usaram, até agora, a janela partidária – que permite a mudança de legenda sem punição – para deixaram seus partidos e se filiarem a outros. Ontem, tornou-se público que o vice-prefeito de Camaçari, José Tude, saiu do MDB para retornar ao Democratas, onde já havia disputado até eleições majoritárias. Antes de Tude, o deputado estadual Luciano Simões Filho também já havia confirmado sua retirada do MDB, que vive uma crise desde o ano passado, quando a Polícia Federal encontrou R$ 51 milhões em um apartamento ligado ao ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e ao seu irmão, Lúcio Vieira Lima. O parlamentar não disse ainda, no entanto, para qual legenda vai migrar, mas ressaltou que permanecerá na base do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

O ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo, foi o primeiro a aproveitar a janela partidária para deixar o PSL e se filiar ao PSB, da senadora Lídice da Mata. Ele levou para a agremiação o secretário estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia (Seap), Nestor Duarte, que, apesar de mudar de sigla, não vai disputar a eleição deste ano.

Além dos novos socialistas, os deputados estaduais Manassés e Alan Castro também trocaram de legenda. Deixaram o Pros e migraram para o PSD, do senador Otto Alencar. A articulação do presidente da AL-BA, Ângelo Coronel (PSD), para que estes parlamentares mudassem de legenda fez com que os planos do deputado federal Ronaldo Carletto (PP) naufragassem. Isto porque ele pensava em vitaminar o Pros e o PR para garantir uma vaga ao Senado ou na chapa do governador Rui Costa (PT) ou na da oposição. No entanto, como não deu certo o jogo de Carletto, o congressista anunciou, ontem, que vai permanecer no PP e desistiu de migrar para o PR.

Outro parlamentar que já anunciou a saída de sua sigla foi Alex Lima, que decidiu não prosseguir no Podemos. Nos bastidores, especula-se de que deve se filiar ao PP, do vice-governador João Leão. De olho na Alba, o vereador de Salvador, José Trindade, também confirmou que deixará o PSL e vai para o Podemos, sob o comando do deputado federal Bacelar. O legislador municipal, porém, enfrenta uma dificuldade. O partido está hoje sem diretórios municipal e estadual, e ele terá que ir à Justiça Eleitoral para garantir a sua retirada dos quadros da agremiação. Os deputados estaduais Sidelvan Nóbrega e Hildécio Meirelles devem oficializar nos próximos dias a saída do PRB e do MDB, respectivamente. Também deve trocar de legenda o vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (MDB), que deve desembarcar no Democratas, caso Neto decidida disputar o governo. (Tribuna da Bahia)

FacebookTwitterGoogle+Share

FacebookTwitterGoogle+Share

Queiroz Galvão pede ao TCU desbloqueio de R$960 milhões

Os advogados da Queiroz Galvão pediram ao Supremo Tribunal Federal (STF) para sustar a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) de bloquear R$960 milhões de suas contas, argumentando que o regimento do próprio tribunal prevê a penalidade por no máximo um ano. O dinheiro está bloqueado desde 2015. De acordo com a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, a empreiteira reclama da inércia do TCU , que não teria produzido fatos novos. (Bocão News)

FacebookTwitterGoogle+Share

Governistas culpam Otto e irmão por vaias a Rui Costa em Simões Filho

Eduardo Alencar, irmão do senador Otto, foi prefeito de Simões Filho

Alguns governistas não tardaram em colocar hoje nas costas do senador Otto Alencar (PSD) e de seu irmão, Eduardo, ex-prefeito de Simões Filho, a responsabilidade pela hostilidade de que o governador Rui Costa (PT) foi alvo na cidade, ontem, durante o ato de lançamento da Ordem de Serviço para a construção da Policlínica na cidade, tudo indica com a conivência do chefe do executivo municipal, Dinha, do MDB. Segundo deputados da base, desde o sábado já se sabia que Rui Costa poderia enfrentar problemas no município, uma vez que já se anunciava a arregimentação, por parte do prefeito, de funcionários para que vaiassem e xingassem o governador, como acabou acontecendo. “Eles (Otto e Eduardo) foram incapazes de colocar o pessoal deles lá para fazer o contraponto e dar apoio ao governador”, disse um deputado do PT. (Política Livre)

FacebookTwitterGoogle+Share

Câmara aprova projeto que amplia casos de perda do poder familiar para condenados por crime doloso

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (7), o Projeto de Lei 7874/17, da deputada Laura Carneiro (PMDB-RJ), que amplia os casos da perda do poder familiar quando a pessoa é condenada à pena de reclusão por crime doloso. Atualmente, o Código Penal (Decreto-lei 2848/40) prevê a perda desse poder no caso de crime contra o filho, o tutelado ou o curatelado. O substitutivo da deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), aprovado pelo Plenário, estende a penalidade para os crimes cometidos contra outro descendente ou mesmo contra a outra pessoa que detém igual poder familiar (cônjuge ou companheiro, por exemplo, ainda que divorciado). Na tutela, o adulto se responsabiliza pelos cuidados do menor de idade e de seus bens devido à ausência dos pais por falecimento ou mesmo perda do poder familiar. Já a curatela é o encargo atribuído pelo juiz a um adulto capaz para ser responsável por pessoa declarada judicialmente incapaz em virtude de doença que a impeça de exercer seus direitos civis. (Câmara Notícias)

FacebookTwitterGoogle+Share

Itagibá: Homem é preso acusado de estuprar adolescente de 14 anos

Foto: Arquivo/Giro Ipiaú

Um homem de mais de 50 anos foi preso no início da tarde dessa quarta-feira (07), na região da Serra Verde, zona rural de Itagibá, acusado de estuprar uma adolescente de 14 anos. Segundo informou a polícia, o caso ocorreu na Fazenda Ribeirão do Meio. Após a investigação e autorização da justiça, os investigadores da Polícia Civil, sob o comando da delegada Grazielle Quaresma, realizaram o mandado de prisão preventiva contra Edísio Libânio. Ele permanece custodiado no Complexo Policial local. Não foi informado se há algum grau de parentesco entre o acusado e a vítima. (Giro Ipiaú)

FacebookTwitterGoogle+Share

HOJE É O DIA INTERNACIONAL DA MULHER

As mulheres não são todas iguais. Todas são diferentes, mas todas têm em comum o tamanho do coração. Todas são bondosas, carregam um carinho no olhar e uma força angelical nos gestos. Todas são batalhadoras, umas mais guerreiras que outras! As mulheres são a beleza do mundo. Elas tornam a vida de qualquer pessoa em paraísos repletos de amor e paixão. As mulheres merecem ser felizes, sorrir e receber o amor de todo mundo.

FacebookTwitterGoogle+Share

Camamu: Município sedia lançamento de edital da Bahia produtiva no baixo sul na próxima sexta-feira

No próximo sábado, 9, a cidade de Camamu será palco do lançamento oficial do Edital Bahia Produtiva no Território do Baixo Sul que acontecerá no Quiepe Esporte Club, a partir das 09h da manhã. O evento está sendo realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural do Governo do Estado – SDR – em parceria com CAR e a Prefeitura de Camamu e é aberto ao público. No último dia 27 de fevereiro, a prefeita Ioná Queiroz participou do lançamento deste edital em Salvador juntamente com o governador Rui Costa e nesse momento traz esse importante evento para Camamu. Essa é uma grande oportunidade para que os produtores rurais, associações e cooperativas possam obter melhores informações de como participar destes editais, para que também possam obter acessos a esses recursos que permitirão investir em seus negócios, suas propriedades rurais. Os editais já estão disponíveis no site da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e as inscrições começaram desde o dia 1º de março. Estarão disponíveis mais de 80 milhões para os agricultores, por isso é importante que todos participem e estejam bem informados.

Serão 04 editais 1- Alianças Produtivas Territorias; 2 – Povos Indígenas; 3- Comunidades quilombolas; 4- Qualificação de agroindustrias da agricultura familiar. (Políticos do Sul da Bahia)

FacebookTwitterGoogle+Share

Eleições 2018: TSE tem até segunda-feira para aprovar resoluções

As regras para a eleição de 2018 não devem ser mais alteradas. Isso porque termina nessa segunda-feira (5) o prazo para o Tribunal Superior Eleitoral aprovar resoluções sobre o assunto e não há previsão de sessão até lá. As últimas resoluções aprovadas estabeleceram as normas para a impressão do voto e para as pesquisas eleitorais. Nos últimos meses, o TSE ainda regulamentou a remoção de conteúdos da internet que violem as regras eleitorais ou ofendam os direitos dos candidatos. Foi criado também um grupo de trabalho com participação do Ministério Público, Polícia Federal e Exército para combater às Fake News, que são as notícias falsas que circulam na internet. A eleição deste ano traz algumas novidades em relação às últimas votações. O economista e cientista político Newton Marques acredita que houve avanços com as novas regras, como a proibição das doações empresariais, mas que o controle das verbas públicas pelos líderes dos partidos ainda privilegia as cúpulas da classe política. O cientista político Antônio Testa, professor da Universidade de Brasília, acredita que a sociedade está mais critica e a imprensa mais vigilante, mas aposta que não haverá uma grande renovação no quadro político, mesmo com as novas regras. O TSE ainda manteve a resolução que definiu que o limite para o autofinanciamento de candidatos não valerá neste ano. Como o veto do presidente Michel Temer só foi derrubado pelo Congresso a menos de um ano da votação, a regra que estabelecia um limite de 10 salários mínimos para o autofinanciamento não valerá em 2018. Com isso, candidatos podem gastar até o limite estipulado para o cargo em disputa. Um candidato a deputado federal, por exemplo, pode investir até R$ 2,5 milhões na própria campanha. (EBC)

FacebookTwitterGoogle+Share

Ubaitaba: Março me mulher. Tudo haver

Ubaitaba e a mulher têm tudo haver. O município do sul do Estado pela primeira vez é administrado por uma mulher. A prefeita Suka Carneiro foi eleita em 2016, depois de 16 anos exercendo mandatos sucessivos como vereadora. Para marcar o 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, a Secretaria da Assistência e Promoção Social e Trabalho – SEAST prepara programação especial para homenagear as mulheres do município. A programação, que acontecerá na próxima quinta-feira, a partir das duas horas da tarde, oferecerá oficinas de Artesanato, Beleza e um Bazar Solidário. As participantes serão presenteadas com peças do vestuário feminino e acessórios, conforme informação da secretária Elied Soares. Na oportunidade haverá o pré-cadastramento para exames de mamografia. Ainda neste mês, a unidade móvel do Hospital da Mulher estará atendendo em Ubaitaba para a realização do preventivo e da mamografia, numa articulação da deputada Fabíola Mansur. O ponto alto da comemoração acontecerá na tarde do Dia Internacional da Mulher com a palestra “Empoderamento da Mullher”, que será feito por técnicas do CREAS e CRAS e ilustrado com apresentação do Grupo “Fazendo Cenas”, quando os atores Edson Costa e Uellington Nascimento, farão a parte lúdica da palestra. As mulheres de Ubaitaba ainda serão premiadas com a apresentação do grupo de percussão “Negras Perfumadas”, composto exclusivamente por mulheres, que encerará o evento. (Políticos do Sul da Bahia)

FacebookTwitterGoogle+Share

Cachoeira: Por R$80 mil, prefeitura contrata farmácia para realizar obras em escola

A gestão municipal de Cachoeira teria contratado uma farmácia por R$ 79,6 mil para prestar serviços de reforma e ampliação de uma escola. Segundo a publicação, no Diário Oficial de Cachoeira do dia 8 de fevereiro, o prefeito Tato Pereira (PSDB) publicou a contratação da farmácia Aurelino Salles para realizar, por meio de carta convite, obras de reforma e ampliação da escola  Edivaldo Brandão no período 11/04 a 31/12 de 2017. Veja a publicação aqui. (Bahia Notícias)

FacebookTwitterGoogle+Share